A rotatividade de funcionários, também chamada de turnover, é uma experiência pela qual qualquer gestor passa. Porém, todo o processo envolvido, desde as despesas do desligamento até a contratação e treinamento de substitutos, traz prejuízo financeiro, de tempo e de produtividade. Por isso, buscar reduzir o turnover do seu time de vendas deve fazer parte dos objetivos permanentes do negócio.

Manter a estabilidade do quadro de vendedores, em especial, faz parte dos fatores que contribuem para o crescimento da empresa. O interessante é que existem maneiras bastante acessíveis para conquistar essa condição. Continue a leitura e conheça algumas delas.

Contrate as pessoas certas

Tudo começa nessa fase. Conhecimentos e experiências são muito importantes, assim como habilidades técnicas. Porém, a capacidade de adaptação a mudanças e o alinhamento com a identidade da empresa são determinantes para que a relação de trabalho dê certo. 

No momento da entrevista o gestor deve estar preparado para identificar comportamentos. Precisa ser transparente ao falar sobre os produtos, a cultura e a rotina da empresa, pois esse é um modo de dar a chance ao próprio candidato de tomar a decisão por não permanecer no processo, caso não sinta afinidade.

O resultado de uma contratação bem executada é a presença de pessoas com propósito alinhado, mais satisfeitas e produtivas no ambiente de trabalho.

Melhore a comunicação interna

A comunicação clara e transparente estimula o desenvolvimento de um pensamento crítico que, ao contrário do que se pensava no passado, é uma cooperação muito valorosa nas empresas. Divulgar metas e objetivos ajuda a enquadrar todos num mesmo propósito de trabalho. E manter um canal aberto de diálogo, onde todas as ideias e opiniões são ouvidas e discutidas, cria um ambiente positivo de encorajamento que só colabora para a inovação e o crescimento. Não podemos esquecer que a equipe de vendas representa o canal direto com o cliente, portanto, ouvir o que ela tem a dizer é vital.

Em uma cultura que valoriza a comunicação também está presente a prática do feedback. Significa fazer uma crítica construtiva (positiva ou não) a alguém. O feedback pode ser uma orientação corretiva, no caso de algum erro; pode ser um elogio a uma iniciativa ou um desempenho de destaque; pode ser um direcionamento para melhorar as relações interpessoais; pode ser uma ou várias dicas de comportamento ou modelos de trabalho para contribuírem na evolução de carreira. O importante é que esse feedback seja sempre realizado de forma adequada, com respeito e profissionalismo.

Ofereça um plano de carreira

Um dos caminhos mais eficientes para manter um funcionário motivado é dando a ele reconhecimento. Isso pode ser feito por meio de treinamentos, aumento de salário, promoção, bônus, premiação e, até mesmo, de elogios pontuais.

O plano de carreira é outro meio de reconhecimento e incentivo. Nele, estão definidas etapas e competências necessárias para que haja movimentações dentro da hierarquia da organização. Para que se torne um processo sustentável, esse benefício deve ser muito bem planejado e executado a partir de critérios e indicadores prédefinidos e atingíveis.

O plano de carreira tem como vantagem demonstrar de maneira clara e técnica o que é preciso conquistar para avançar na carreira. Ou seja, é uma forma de incentivar o autodesenvolvimento e o protagonismo.

Custos, perda de tempo, queda na produção e sentimento de frustração. Todos esses são transtornos que a rotatividade de vendedores causa. Portanto, vale a pena investir em um planejamento para reduzir essas ocorrências na equipe comercial. Como acabamos de ver neste artigo, algumas boas práticas são simples de serem implementadas e contribuem para reduzir o turnover do seu time de vendas.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe agora em suas redes sociais!