A aquisição de clientes é uma parte muito importante de qualquer negócio. Independentemente do tamanho da empresa e da sua base, é necessário ter um influxo regular de novos compradores para repor os antigos e proporcionar algum crescimento para sua marca no longo prazo. E uma das coisas que você deve saber para alcançar esses resultados é como estruturar o funil de vendas do seu negócio.

De forma simples, o funil é uma metáfora para a ideia de que apenas uma porcentagem dos clientes atingidos pelas suas campanhas de marketing se tornam clientes a cada vez. Por exemplo, a cada 10 pessoas que veem um banner seu em um site, 3 clicam e 1 fecha a compra. Mas, se você estruturar estas práticas corretamente, poderá otimizar essa conversão.

Para te ajudar, trouxemos aqui 3 dicas simples de como desenvolver seu funil de vendas para adquirir mais clientes. Confira!

1. Segmente os estágios do funil

Diferente de sua contraparte real, o funil funciona por meio de uma divisão do processo de vendas em estágios, popularmente conhecidos como “a jornada do cliente”. Essas divisões indicam em qual momento da compra ele está e quais são as melhores ações a serem tomadas naquele contexto. Há várias formas de estruturar o funil de vendas, mas a maioria segue está aqui:

  • topo de funil – descoberta: o seu lead teve o primeiro contato com a marca. É o momento de chamar sua atenção com conteúdos básicos que exponham sua demanda;
  • meio de funil – solução: agora que o lead já sabe qual é o problema, você pode começar a se apresentar como um possível solucionador, mencionando seus produtos e serviços durante o conteúdo;
  • fundo de funil – decisão: agora é o momento em que o lead está mais propenso a se tornar cliente. Ele entra em contato com sua equipe, troca informações, compara suas opções e escolhe onde comprar. Se você fez tudo certo até o momento e suas condições forem boas, você possui altas chances de ser o escolhido.

2. Tenha ações contínuas de conversão

Estruturar o funil de vendas não é uma ação isolada. Você deve desenvolver um plano que se prolongue pelo tempo que for necessário. Afinal, você não vai simplesmente anunciar um produto e esperar que todos os interessados façam fila, mas sim começar uma conversa que deve resultar na fidelização de um cliente.

Primeiro, tente estimar qual será a taxa de conversão entre cada estágio do funil ao longo de cada mês. Dessa forma, você pode determinar quanto material deve ser produzido para cada estágio, quais ações devem ser mais relevantes e assim por diante.

3. Não apresse demais o processo

Cada comprador possui seu próprio tempo. E tentar acelerar esse tempo nem sempre é uma boa ideia. Claro que você deve buscar formas de aumentar a taxa de conversão do funil, mas uma propaganda muito agressiva apenas reduz suas chances de sucesso. E um lead que é contatado antes de estar preparado raramente vale o seu tempo.

Agora você entende um pouco melhor como estruturar o funil de vendas. Quer aprender mais sobre como otimizar suas ações de marketing? Então, veja nosso artigo sobre como conquistar mais leads.

ebook aceleração de vendas